Voltar

Notícias

Horta fitoterápica recebe visitas

Cultura

08/11/2019


A horta fitoterápica Geny da Silva Nicolau (Dona Geny Benzedeira) recebeu a visita do ex-deputado Décio Lima, que destinou R$ 100 mil para o projeto, e a Pastoral da Saúde.

O diretor de Cultura, Jorge Cunha, o presidente do Conselho de Cultura, Leonardo Müller (Gezuz) e o secretário de Saúde, José Luís de Oliveira Lentz, recepcionaram os visitantes. No espaço será desenvolvido o projeto Cura no Quintal. O diretor de Cultura pontua a importância do prefeito Ronaldo Pereira da Silva ter se sensibilizado com o projeto apresentado pelo departamento de Cultura, no qual resultou na conquista do espaço que já está dividido em 140 lotes para que a comunidade desenvolva as atividades de manejo das plantas. “As atividades agregam o uso das plantas fitoterápicas, bem como propicia uma terapia ao realizar a prática do cultivo. A secretaria de Saúde foi uma parceira em compreender nossa preocupação. É com imensa alegria que recebemos o ex-deputado e atual presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), Décio Lima, para ver o desenvolvimento das ações com as quais abraçou e ajudou a por em prática. Também é com gratidão que recebemos a Pastoral da Saúde para dialogar”, descreve o diretor de Cultura.

Jorge explicou a base do projeto. Segundo ele,as hortas comunitárias de Plantas Medicinais e Fitoterápicas surgem como uma alternativa viável. “As hortas comunitárias podem ser utilizadas como uma fonte importante saudável para a comunidade, bem como para produzir reflexões sobre hábitos saudáveis de prevenção e a não-banalização do uso de ervas medicinais, resgatando a cultura da medicina alternativa através de ervas. Ainda insere usuários do serviço de saúde mental na convivência comunitária e em atividades terapêuticas; além de muitos outros objetivos como fomentar as terapias alternativas, aproximar jovens e idosos no aprendizado da cultura de horta comunitária orgânica e aproximar instituições que possuem afinidade com a agricultura familiar, como escolas técnicas agrícolas da região”.

Dentre as parcerias desenvolvidas, está oCentro de Educação Ambiental Affesc em Florianópolis que doou matrizes para produzir mudinhas. O Centro de Educação Ambiental Affesc (Ceaffesc) centraliza todas as atividades relacionadas à gestão ambiental da Associação dos Funcionários Fiscais de Santa Catarina.

De acordo com o prefeito, Ronaldo Pereira da Silva, está em andamento o trabalho da horta e do projeto, que em breve terá sua inauguração marcada. “Os munícipes devem procurar o setor e abraçar seu lote dentro da horta. Será um espaço de convivência importante, tanto pelas pessoas se aproximarem, quanto pela prática de trabalho com a terra. Depois vem a nova etapa de benefício do uso de produtos naturais no cuidado com a saúde. A horta traz várias possibilidades”, ratifica o prefeito.

O diretor de Cultura complementa. “O desenvolvimento de atividades manuais relacionadas ao cultivo de plantas oleícolas e medicinais tem sido utilizado como ação complementar no tratamento e melhoria de qualidade de vida de idosos e pacientes portadores de algum tipo de sofrimento mental.As oficinas terapêuticas, por meio da formação de hortas, surgem num processo que visa restabelecer a cidadania da pessoa com transtornos mentais por meio da desconstrução do modelo asilar de atenção à saúde mental. Dessa forma, as oficinas passam a exercer papel primordial, tanto como elemento terapêutico quanto como promotoras de reinserção social, por meio de ações que envolvem o trabalho, a criação de um produto, a geração de renda e a autonomia do sujeito”.
 


Outras Imagens



Voltar